Além dos muros da Casa do Cachorro Preto – entrevista com Raoni Assis

Postado por Descompasso em 22/07/2016, 15:35:59

13694056_1107243946012908_910109925_o (1)

(Foto: Victor Jucá – Obra Exposta de Mariana de Matos)

 

A Casa do Cachorro Preto é um porto, lugar de passagem, estadia, que recebe e distribui informação. Difícil sair de lá sem ser não levar consigo paz interior, reflexão ou entrar e ficar indiferente. Autêntico equipamento multiuso – é galeria, loja, oficina, palco, bar, cozinha. Casa para a música e a literatura, para sua vocação principal: arte visual.

Um centro de expansão das ideias e expressões nascida da vontade de dar vazão às artes plásticas sem se perder na monotonia ou no elitismo, onde as pessoas possam se reconfortar num lugar de muitos encontros.

Raoni Assis, artista plástico e produtor do “Cachorro” (como se referem o frequentadores familiarizados), foi o primeiro entrevistado do novo quadro Descompasso, dentro do programa Ponto Musical, na Rádio Jornal, AM e FM (ouça no final da matéria). No papo emoldurado pelas músicas que ele selecionou pra tocar,  falamos de política, cinema, música, sobre a Casa, os equipamentos públicos culturais desativados.

Raoni destacou a popularização de artistas e peças de arte a partir do funcionamento da casa, por outro lado, lembrou de um paradigma para ser quebrado. Com certa frustração, lembrou da inibição de pessoas que não são habituadas em visitar museus ou galerias. Elas passam, param, olham, mas mesmo com convites gentis e enfáticos, se acanham, não entram na Casa que tem permanentemente entrada franca para visitação.

13835464_1107244669346169_914498659_o (1)   (Foto: Victor Jucá – Quadro de Raoni Assis.)

Mas se Maomé não vai

Formulada na Casa do Cachorro Preto, surge a Brigada da Hora. Uma ação política e artística que leva para ruas e paredes intervenções de diversos artistas e reinvidica “posicionamento firme de artistas pela democracia, contra o golpe e pela esquerda”. O nome foi escolhido para homenagear o artista plástico, Abelardo da Hora, e também uma referência a urgência do momento histórico que se vive agora.
Inspirada em articulações de outras épocas como a brigadas Portinari e Henfil, a população já verá as primeiras intervenções na paisagem, sem pedir licença, a arte chega aos passantes como se pode ver na Rua Tomazina, 113, Bairro do Recife, ou nas ruínas do Cine Duarte Coelho (foto) em Olinda
Brigada da Hora
Programação
Segue aberta até o dia 31 de julho exposição, Hoje Minha Vida é Minha Noção de Luta, por Mariana de Matos. 

E nesse sábado, 24 de julho, tem o lançamento do filme curta-metragem de Thiago barros –  Tu flipas, Olinda?

 

Descompasso Radio – Ouça entrevista com Raoni Assis na primeira edição do quadro, Descompasso, dentro do programa Ponto Musical, na Rádio Jornal.

As boas do final de semana

Postado por Descompasso em 22/07/2016, 14:51:46

O Festival de Inverno de Garanhuns começa nesta sexta-feira, 22, com uma programação arrebatadora que conta com a selvática Karina Buhr e a mulher do fim do mundo Elza Soares. Amanhã, tem Elba Ramalho e Romero Ferro e no domingo tem Gal com Estratosférica. Esta seria a nossa programação deste final de semana no FIG. Neste link, você encontra a programação completa do festival.

 

Quem fica por Recife e Olinda se sente um pouco órfão de programação durante o FIG, não é? A boa é que temos poucas mas ótimas opções para o final de semana. Fizemos um garimpo no que tá rolando. Desfrute!

 

Sexta, 22

 

Sofia Freire/Divulgação

Sofia Freire/Divulgação

Sofia Freire – A Cantora, compositora e pianista Sofia Freire avisou em sua conta no Facebook que hoje, sexta, tem lançamento de música nova e festa especial no Texas Café Bar, a partir das 20h. O Texas Café Bar fica no Edf. Texas, Rua Rosário Da Boa Vista, 163 – Boa Vista.

 

Fernando Tordo – Nesta sexta, o artista lusitano Fernando Tordo leva ao Teatro de Santa Isabel, o espetáculo Outro Canto, no qual harmoniza poemas de Drummond, Cacaso, Mário Quintana, Castro Alves, Manuel Bandeira, Ariano Suassuna, Mauro Motta e Vinícius de Moraes. A partir das 20h. Os ingressos custam R$ 30 e R$ 15 (meia entrada).

 

Sábado, 23

Quarteto Olinda/ Beto Figueiroa/SantoLima

Quarteto Olinda/ Beto Figueiroa/SantoLima

Quarteto Olinda – A Casa Astral recebe Quarteto de Olinda, a partir das 17h, em festa coletiva com participação de artistas que desenvolvem seus trabalhos nas salas do espaço. Os ingressos custam R$ 20 e R$ 10 (lista amiga). A Casa Astral fica na Rua Joaquim Xavier de Andrade, 104, Poço da Panela.

 

LAB75 – Para quem quer ficar de boa, tomar uma cervejinha e aproveitar os quitutes da Kombina e Urbanóide, a programação da Pracinha Recife traz o soul e black music da LAB75. A iniciativa é da Libre Promo que convidou o Downtown Pub para assinar a programação do mês do Rock do Shopping Recife. A partir das 19h, entrada gratuita.

 

Tropicasa – DJ 440 e seu set de delícias tropicais em vinil é a boa para curtir em Olinda neste sábado, a partir das 17h. Rua do Sol, 82, 53130410 Olinda.

 

Domingo, 24

karynna Spinelli/Nilton Batista Leal

karynna Spinelli/Nilton Batista Leal

Karynna Spinelli – O Clube do Samba, de Karynna Spinelli, volta ao Morro da Conceição com presença do carioca Junior Parente e da paraibana Dandara Alves, além de outros convidados. Na ocasião, serão arrecadados alimentos não perecíveis a serem doados para comunidades carentes. A partir das 14h, evento gratuito.

Com show da Volver no FIG, Bruno Souto confirma “Forte”, segundo disco da sua carreira solo

Postado por Descompasso em 21/07/2016, 17:12:40
Bruno Souto/Rafael Kent

Bruno Souto/Rafael Kent

“Forte” é o nome do próximo disco do aniversariante do dia, Bruno Souto, que completa 38 anos nesta quinta, 21. Atualmente morando em Gravatá, depois de uma temporada em São Paulo, o cantor e compositor pernambucano está na pós-produção de seu segundo disco solo, com lançamento previsto para setembro deste ano. “É um disco um pouco mais dançante e mais pop que “Estado de Nuvem”. As inspirações são os leões que temos que matar todos os dias, dentro e fora da gente”, resume.

Na próxima quinta, 28, Bruno volta a se apresentar com a Volver no Palco Pop do Festival de Inverno de Garanhuns. Será que os fãs podem comemorar uma volta do quarteto? Bruno adianta: “Só estou deixando fluir. Fiquei com saudade de tocar com a Volver mas não sei ainda no que vai dar. Não estou me colocando pressão sobre isso. Vamos ver o que vai acontecer”.

No repertório do show estarão músicas dos três discos da Volver e sem dúvida a energia e entrega de sempre. E sobre “Forte”, fica a ansiedade para conferir o que este veterano da cena independente nacional está preparando.

** “Estado de Nuvem” foi lançado em 2013 e foi, sem dúvidas, um dos melhores discos do ano.

Romero Ferro faz pré lançamento no FIG

Postado por Descompasso em 20/07/2016, 20:42:06

unnamed (1)

(Foto: Divulgação Romero Ferro)

Mergulhado na estética sonora e visual dos anos oitenta, Romero Ferro faz pré lançamento do seu próximo disco, Arsênico, no dia 23, às 21h, na Praça Mestre Dominguinhos, dentro da programação do Festival de Inverno de Garanhuns. A noite vai ser das boas. No mesmo palco sobem artistas consagrados como, Cátia de França, Xangai, Elba Ramalho e Zeca Baleiro.

Romero é desses artistas da nova geração que tem conquistado público pelos caminhos da internet. Só no seu canal no Youtube, já são mais de 250 mil visualizações. No currículo, apresentações em festivais como o MADA  (RN), Móbile (PB) e Janeiro de Grandes Espetáculos (PE).

Arsênico conta com produção musical do carioca Diogo Strauzs (Alice Caymmi e Chay Suede) e conta com participações Patrick Laplan (Ex-Los Hermanos) nas baterias, Guilherme Eira nas guitarras, Nego Henrique (Ex-Cordel do Fogo Encantado) nas percussões, e o trio de metais composto por Nilsinho Amarantes (Trombone), Fabinho Costa (Trompete) e Liudinho Souza (Sax).

No show do FIG, serão seis músicas inéditas intercaladas com outras canções do seu repertório autoral, como, Sangue e Som.

 

 

Prepare-se que seu coração vai sangrar! Agosto tem show da Ave Sangria e Orquestra Contemporânea de Olinda

Postado por Descompasso em 19/07/2016, 21:29:50
Orquestra Contemporânea de Olinda/Divulgação

Orquestra Contemporânea de Olinda/Divulgação

As noites de Olinda ganham um novo endereço para apreciar gastronomia e música. Trata-se do Espaço Cultural do Biu que abre suas portas no dia 12 de agosto com show mais que especial: Orquestra Contemporânea de Olinda convida Ave Sangria. Os ingressos do 1o lote custam R$ 50 (inteira), R$ 25 (meia), R$ 30 (social) e já estão à venda pelo Eventick.

A noite marca a estreia do projeto “Orquestra Contemporânea Convida” que busca valorizar a parceria com bandas e artistas autorais. Entre os shows, a festa conta ainda com a Dj olindense Catarina Dee Jah. A casa abre as portas para o público às 22h.

Ave Sangria/Rapha Oliveira

Ave Sangria/Rapha Oliveira

SERVIÇO

Orquestra Contemporânea de Olinda convida Ave Sangria

Onde: Espaço cultural Quintal do Biu (Rua do Sol, 197 – Carmo, Olinda)

Abertura da casa: 22h

Ingressos à venda no Eventick

1o lote: R$ 50 (inteira), R$ 25 (meia), R$ 30 (social)

2o lote: R$ 60 (inteira), R$ 30 (meia), R$ 40 (social)

 

Aos 40, André Mussalem

Postado por Descompasso em 19/07/2016, 11:13:08

AndreMussalem_foto_BetoFigueiroa_01_mini

Foto: Beto Figueiroa / Trago Boa Notícia

 

Brasilidade – um termo por vezes subjetivo, abraça o primeiro disco André Mussalem, No Morro da Minha Cabeça. Sim, esse é apenas o primeiro álbum com assinatura do músico de 40 anos de idade e trinta de carreira, com mais de cem composições gravadas.

Pesquisador, estudioso da genealogia do samba e da música na formação do povo brasileiro. No Morro do Meu Samba contém onze faixas que passeiam por cem anos de história do universo do gênero genuinamente brasileiro mais reconhecido internacionalmente. André consegue envolver o ouvinte distraído à primeira audição, como podemos perceber na canção “All Star Vermelho” que conta com participação de Chris Nolasco.

 

Um repertório autoral delicioso para desfrutar além dos ouvidos. A concepção gráfica densa e harmônica – assim como a música – assinada pelo designer, Guilherme Luigi.

Antes tarde, nem tanto, ainda são 40 do primeiro tempo. Um veterano em vias de ser revelado para o público com encontro presencial marcado e para os quatro cantos pelos meios digitais:

Nessa quinta, 21 de julho, às 20h na Galeria Arte Plural, Bairro do Recife. A entrada é gratuita e a distribuição do disco será feita nas principais plataformas de streaming pela Tratore.

Será um pocket show com acompanhamentode Ricardo Freitas (violão e direção musical), João Paulo Albertim (cavaquinho), Junior Teles (percussão), Jonhathan Malaquias (acordeon) e Frederica Bourgeois (flauta).

Anota esse nome: André Mussalem.

 

 

Os 64 anos de Baby

Postado por Descompasso em 18/07/2016, 19:55:08

Baby 64

Foto: (arquivo Os Novos Baianos)

“Uma mulher à frente do seu tempo” é um jargão que cabe perfeitamente para Baby do Brasil, Baby Consuelo, ou simplesmente, Baby.

Nascida em Niterói (RJ), Baby cantava desde a infância, até que em 1968 fugiu para Salvador (BA) onde conheceu os músicos, Moraes Moreira, Paulinho Boca de Cantor e Pepeu Gomes, com quem se casaria. Logo depois, em 1969, surgiria o grupo revolucionário, Os Novos Baianos. A voz feminina, doce e aguda, os cabelos coloridos, as roupas exclusivas e autorais eram marca sonora e estética do grupo.

Uma década de sucesso e provocações e ousadia. Uma imersão num sítio em Jacarepaguá que gerou, Acabou  Chorare (1972), o segundo disco da banda,  eleito pela revista Rolling Stone como “o maior álbum de música brasileira de todos os tempos”.

Em 1979 Baby lança seu segundo disco solo, Pra Enlouquecer, que incluía uma das músicas mais emblemáticas da sua carreira, Menino do Rio, composta por Caetano Veloso para sua interpretação.  No entanto, o disco de maior vendagem foi “Canceriana Telúrica”, com 1.400.000 cópias vendidas.

 

Sempre ligada à espiritualidade e religião da mais variadas matrizes, Baby registrou nomes de filhos inspirados em referências orientais como, Krishna Baby e Sarah Sheeva. No final dos anos 90 tornou-se pastora evangélica, o que interferiu diretamente na direção artística da sua carreira, e ao menos, em termos de comercialização, seu pior desempenho foi o disco, Exclusivo para Deus, com apenas 35 mil cópias vendidas.

Depois de um hiato de mais de uma década, reaparece para a música em um show chamado, Baby Sucessos, dirigido por seu filho, Pedro Baby.

Em 2016 Os Novos Baianos se reencontram para uma turnê nacional com o show, Acabou Chorare Novos Baianos se Encontram.

Descompasso na Rádio – Música Erudita com Ana Altino do Festival Virtuosi

Postado por Descompasso em 18/07/2016, 8:24:14

Vanessa Bastos

(foto: Vanessa Bastos)

A música erudita ocupa o agreste pernambucano no mês de julho com o Festival Virtuosi. São concertos musicais e oficinas em três municípios: Belo Jardim, Gravatá e Garanhuns.

A pianista e coordenadora do Virtuosi, Ana Altino, conversou sobre os bastidores da produção e apresentou a programação completa. Como sempre acontece, o papo é acompanhado de música, e nessa seleção ouvimos trechos que serão executados durante o Festival.

O quaro Descompasso vai ao ar aos sábados, 22h30, dentro do programa Ponto Musial, Rádio Jornal, e é reproduzido nas segunda aqui no blog.

Prume – Pop padrão internacional

Postado por Descompasso em 16/07/2016, 14:35:00
Prume/Facebook

Prume/Facebook

As músicas são em inglês, mas não é isso que coloca a Prume como uma banda de padrão dos bons sons pop americanos. Em alguns  momentos você pode facilmente se perceber numa produção de Justin Timberlake. “Learning By Watching”  é um disco bem resolvido com inúmeras variações, inserções eletrônicas constantes, beats, backing vocals, graves e a voz do vocalista, Igor Bruno (ex Mamelungos), que crava a identidade da banda. Completam o trio  Cadu Bussad e Felipe Wolfenson.

A Prume é de Recife, e entra num território – em se tratando de língua – que a Hanagorick, de Surubim, ocupou bem nos anos noventa e início dos 2000. Vale lembrar que a Sepultura é a banda brasileira mais bem sucedida no exterior, aqui nenhuma comparação sonora ou de mercado, a vibe é outra. Trueman Show é provavelmente a única faixa onde você encontra uma sonoridade tipicamente brasileira, com suingue e sensualidade definida pelo cavaquinho.

Deixamos aqui essa sugestão que dá vontade de pegar a estrada, ver o mar, essas coisas. Passa pelo surf até desembocar num rap em português: “The Life I Seek”.

 

Downtown Band, Lab75 e In Pub no mês do rock do Shopping Recife

Postado por Descompasso em 15/07/2016, 9:13:07
Downtown Band/Divulgação

In Pub/Divulgação

Para comemorar o Dia do Rock, celebrado no dia 13 de julho, a Libre Promo fechou uma parceria com o Downtown Pub para preparar uma programação especial durante todo o mês na Pracinha de Foodtrucks do Shopping Recife.

 

O espaço receberá aos sábados, a partir das 19h, shows ao vivo com bandas pernambucanas. O start acontece neste sábado (16), com a  Downtown Band. As bandas Lab75 In Pub dão seguimento ao agito nos próximos finais de semana.

 

No cardápio, as delícias da Kombina Foodtruck, Dog on The Road e Urbanóide.

 

SERVIÇO

Mês do Rock da Pracinha de Foodtrucks do Shopping Recife

Quando: 16, 23 e 30 de julho

Horádio: a partir das 19h

**Pracinha Recife – saída 9, Área Externa do Shopping Recife.

A entrada é gratuita.