Conheça os discos de frevo lançados em 2017

Postado por Descompasso em 13/02/2017, 16:05:07

Por Fábio Passa Disco

claudionor.germano

Mesmo com toda a dificuldade de divulgar os novos frevos nas rádios, os cantores/compositores pernambucanos não deixam de produzir novos discos para o Carnaval; e esse ano está sendo especial. Até o momento já foram lançados nove discos dedicados ao gênero e um relançamento importante.

O relançamento foi do mestre maior da folia, o cantor Claudionor Germano, que nos brinda com o antológico “O Bom do Carnaval”, em formato CD. O disco foi gravado inicialmente para a RCA (atualmente Sony Music), em 1980, e conta com as presenças de Dominguinhos e da Orquestra do Maestro Edson Rodrigues. No repertório, clássicos de Capiba, Nélson Ferreira, Luiz Bandeira, João Santiago. O trabalho também apresenta novas composições de Lula Queiroga (que no disco assina como Luiz Queiroga Filho), Sérgio Andrade (da Banda de Pau e Corda) e Plácido de Souza.

Entre os lançamentos, destaque para o DVD “Acerto Lírico” de Getúlio Cavalcante, gravado ao vivo no Teatro de Santa Isabel, com releituras de seus principais sucessos como “O Bom Sebastião” e Último Regresso”. A cantora Nena Queiroga também lançou recentemente “Pernambuco Para o Mundo”, em DVD, gravado ao vivo no Cais da Alfândega, com participações de Lenine, Elba Ramalho, Maria Gadu, André Rio, Ivete Sangalo, os maestros Spok e Forró, entre outros. Os frevos presentes no DVD são “Voltei Recife” (de Luiz Bandeira), “Último Regresso” (Getúlio Cavalcante), “Frevo do Galo” (Carlos Fernando/Geraldo Amaral), e diversos assinados pela própria Nena, como “Chuva de Sombrinhas”, “Água por favor” e “Até Fevereiro”.

André Rio foi outro nome a engrossar a lista de lançamentos de frevo em 2017. Ele lançou uma coletânea intitulada “Meu Carnaval é Frevo”, com participações de Chico César, Alceu Valença, Dominguinhos, Cezzinha. O disco traz clássicos assinados por J. Michiles (“Bom Demais” e “Me Segura Que Senão Eu Caio”), Luiz Bandeira (“Voltei Recife” e “É de Fazer Chorar”), entre outros.

Cristina Amaral: Chuva de Alegria (EP, 2017).

Cristina Amaral: Chuva de Alegria (EP, 2017).

 

Já Cristina Amaral lançou o EP “Chuva de Alegria”, que conta com as participações dos paraenses Gaby Amarantos e Arthur Espíndola, em canções assinadas por J. Michiles (“Recife Manhã de Sol”), Marrom Brasileiro (“Arrêa a Lenha”) e André Rio (“O Bicho Vai Pegar”). Quem também vem de EP e repleto de convidados é o paraibano João Lacerda, com “Folia de Rei”, que conta com a presença do seu pai Genival Lacerda (numa releitura de “Severina Xique-Xique”) e mais Alceu Valença (em “Morena Tropicana”), Maestro Spok, Caju & Castanha, entre outros.

O grupo Som da Terra vem de frevo de bloco, com releituras de “Madeira Que Cupim Não Rói” (Capiba), “Valores do Passado” (Edgar Moraes), “Evocação n°1” (Nelson Ferreira) e novos frevos de Rogério Rangel, Kayto, Rominho e Bráulio de Castro. Para finalizar a lista, temos Adelmo dos Passos com o álbum “O Frevo é Bom”, o pianista Antônio Carneiro da Silva apresenta o “Pé na Folia” e a dupla Fredy & Mary mistura as tintas em “Do forró ao Frevo”. Pois é; frevo não falta, o que falta é boa vontade das rádios em tocarem esses novos trabalhos. Evoé!

** Fábio Cabral aka Passa Discos é uma biblioteca viva da música Pernambucana e, para a sorte do Descompasso, é colaborador do nosso blog.